O Amor É Viral

Rapaz vai a uma balada. Encontra uma moça, se apaixona loucamente por ela, troca telefones com ela. Perde o telefone (ela deu em um pedaço de papel) e faz um vídeo que é visto por um milhão de pessoas.

A história contada no parágrafo anterior é de Daniel Alcântara, um homem paulistano que perdeu o telefone da amada Fernanda em uma balada de Pinheiros.

Muita gente que assistiu ao vídeo gostou da história de amor que parecia real, achou que o vídeo é sincero, um homem em busca da amada.

Na página do vídeo do YouTube, a descrição fala que:

“Pessoal, gravei este vídeo porque preciso encontrar a Fernanda que conheci na casa 92 em Pinheiros no Sábado passado. Sei que parece loucura, mas me apaixonei e acabei perdendo o número dela. Se alguém esteve lá ou saiba de alguém que possa conhecer esta Fernanda, por favor, me avise! Obrigado!”

A descrição também deixava um link para uma página no Facebook com o perfil do Daniel (perfil substituído por uma fan Page). E segundo alguns sites, o Daniel é mesmo uma pessoa real que trabalha em uma empresa multinacional e não um ator.

Quem é Publicitário ou de áreas relacionadas sacou que era um viral de uma ação de uma empresa para promover um produto. Faltava saber qual o produto. No começo, alguns acharam que era uma ação de site de relacionamento (para relacionamentos amorosos). Até me disseram que era do site http://segundachance.com, mas era da Nokia para promover o celular 808 PureView.

Uma rápida olhada nos comentários recentes no YouTube mostra que não foi muito bem aceita a ação. Muita gente reclamou que uma história de amor era falsa:

“Qm achou q era uma linda história de amor, caiu de cara. É apenas mais uma jogada de marketing… Inclusive, de mau gosto…”

Não se pode levar tudo ao pé da letra também. Enfim, tem gente que acha que novela é verdade e se encontra a “vilã” na rua sai no tapa com a atriz.

Mas essa história toda pode manchar a reputação da Nokia se não for bem trabalhada. Não é legal acreditar em uma história e descobrir que ela é uma ação de marketing.

Todo filme viral tem um elemento que chama a atenção de quem assiste. Mas um detalhe ele tem que sempre ter, ele precisa ser honesto.

O vídeo viral do bebê do Itaú veio de um filme real que um pai rasgava uma carta na frente do filho. O Itaú até foi visitar a família do filme. Os Pôneis Malditos Nissan desde o começo falava o nome da marca e do produto.

A ação pode ter um bom sucesso comercial no começo, mas a repercussão negativa pode minar a marca.

Mais aqui, aqui , aqui, aqui aqui e aqui.

Anúncios

Sobre grcastanho

Fiz este blog para expor minhas idéias sobre os mais variados temas, mas principalmente Marketing, Política, Economia e Artes em geral.
Esse post foi publicado em GuiC e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s