Os 3 Melhores Filmes de 2011

2011 acabou e lá vamos nós dizer o que de melhor ocorreu, num ano em que a crise econômica quis voltar e os governos europeus brigaram para estancá-la.

2011 termina como um ano estranho para o Cinema. Vimos o fim da Saga Harry Poter, mais um filme da série Piratas do Caribe e outros sucessos de heróis de HQ’s.

Para 2012 temos mais filmes de heróis, um filme que promete muito (TinTin) e um filme mudo (que já estreou lá fora e aqui ainda não tem data).

A seguir os três melhores filmes de 2011:

  • Um Conto Chinês

Não assisti “O Segredo de Seus Olhos”, mas a atuação fantástica de Ricardo Darín em Um Conto Chinês me fez ter vontade de ver esse filme. A história do “Conto” é a seguinte: um chinês está em barco num lago e pede a amada em casamento. O problema é que, do nada, uma vaca cai na cabeça dela – que morre.

Poster de Um Conto Chinês

Sem ter ninguém com quem viver na China, o homem vai para a Argentina na casa de um tio. É ai que ele encontra o protagonista vivido por Darín. Roberto é um homem amargurado pela Guerra das Malvinas. Sem mãe e pai, a vida dele é tocar a loja de ferragens e recortar histórias absurdas no jornal (a melhor parte do filme é quando ele explica a razão dos recortes). O único hobby, além de cortar histórias de jornal, é ver os aviões pousando e decolando no aeroporto.

É ai que Roberto encontra o chinês, que é chutado de um táxi. O personagem de Darín ajuda o chinês a encontrar a família. Enquanto não acha, a família, o chinês ajuda nos deveres da loja e da casa. Durante o período de convivência, o chinês – interpretado pelo ótimo Ignacio Huang – e Roberto entram em conflitos culturais e linguísticos que quase torna insuportável a relação dos dois.

Um Conto Chinês é um filme de comédia muito inteligente, de nível altíssimo. Lembra um pouco “A Vida É Bela” – pela tragicomédia.

  • Cowboys & Aliens

Cowboys & Aliens é baseado em em uma HQ homônima. Com um elenco que conta com o eterno Indiana Jones Harrison Ford, Daniel Craig, Olivia Wilde, Paul Dano entre outros nomes, o filme aborda a invasão de aliens que roubam ouro do nosso planeta.

Poster de Cowboys & Áliens

Na história, passada no velho oeste dos EUA, um homem (Daniel Craig) acorda sem memoria com um estranho bracelete em seu pulso.  O pouco que lembra é o rosto de uma mulher e algumas luzes estranhas. Logo no início é atacado por um bando de ladrões e é obrigado a se defender. Depois de matar todo o bando ele chega a uma cidade no Arizona.

Lá conhece uma mulher, Ella Swenson (Olivia Wild), e descobre que é na verdade um homem procurado, o bandido Jake Lonergan. Além disso se envolve em uma briga com Percy Dolarhyde (Paul Dano) que é o filho do coronel Woodrow Dolarhyde (Harrison Ford).

Lonergan é então preso e será transferido para outra cidade no período da noite. Quando então chega uma esquadrilha de aliens. Eles raptam  vários moradores do vilarejo, mas são espantados pelo bracelete que Lonergan usa. O bracelete é uma arma dos aliens e solta um raio quando é disparado. Aos moradores que não foram levados pelos ET’s, resta lutar e tentar salvar os que foram levados.

O filme entra na lista por ser um tipo de cinema que mistura gêneros. Ele consegue juntar uma ficção científica em um filme de western (bang bang) moderno.

  • Meia-noite em Paris

O filme do ano. Disparado pra mim o melhor filme de 2011. Considero que entraria sozinho aqui sem problema nenhum. Nunca fui fã dos filmes do Woody Allen, mas esse conseguiu me cativar. Além do filme ser claramente inspirado no livro de Ernest Hemingway, Paris até parece uma festa.

Meia-noite em Paris conta a história de um casal de noivos, o escritor Gil (Owen Wilson) e sua futura mulher Inez (Rachel McAdams), que vão à capital francesa para acompanhar o pai da noiva em uma viagem de negócios.

Gil é um roteirista de filmes de Hollywood, mas quer se tornar um romancista. Ele adora Paris, acha a paisagem poética, desde os lagos que inspiraram  Monet à chuva de Paris. Ele adoraria ter vivido na Paris de 1920. Sua noiva é muitas vezes fútil e dá muita importância aos bens materiais.

Eles encontram um casal de amigos de Inez, Paul (Michael Sheen) e Carol (Nina Arianda). Paul é um sujeito pedante que irrita Gil facilmente, mas “encanta” Inez. Em uma noite depois de uma degustação de vinhos, Inez vai à um baile, enquanto  Gil volta para o hotel andando. Perdido, Gil para em uma escadaria. É quando tocam os sinos de um relógio anunciando que é Meia-noite. Na décima segunda badalada do sino, surge um carro da época de 1920, com pessoas festejando e bebendo champagne.

O carro leva Gil para um encontro com o passado e com seus grandes ídolos Zelda e Scott Fitzgerald (Alison Pill e Tom Hiddleston), Ernest Hemingway (Corey Stoll), além de pintores e artistas da época como: Cole Porter (Yves Heck), Pablo Picasso (Marcial Di Fonzo Bo), Gertrude Stein (Kathy Bates), Salvador Dali (Adrien Brody) entre outros.

Poster de Meia-noite em Paris

Nas constantes viagens que faz à sua Paris ideal, Gil conhece e se apaixona por Adriana (Marion Cotillard). A relação se intensifica a cada encontro. Quando Gil entrega um par de brincos para Adriana em um café, surge uma carruagem que os leva à Paris da Belle Époque, época áurea para Adriana. É ai que está a grande moral do filme.

Todos lembram do passado com alegria e reverência, enquanto o presente é cheio de frustrações. As pessoas preferem a volta do passado ao invés de ao menos tentar mudar o presente/futuro.

Anúncios

Sobre grcastanho

Fiz este blog para expor minhas idéias sobre os mais variados temas, mas principalmente Marketing, Política, Economia e Artes em geral.
Esse post foi publicado em GuiC e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s