TV Paga Cresce, Mas Poderia Ser Maior

Via m&monline:

O presidente da Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA), Alexandre Annenberg, afirmou  que o segmento deverá registrar este ano a maior expansão desde o nascimento do setor, há 21 anos, e encerrar o período com 9 milhões de assinantes. Se as projeções se confirmarem, será um crescimento de 20,8% da base em relação ao ano passado (7,4 milhões de assinantes).

Só no primeiro semestre, o crescimento foi de 13%, e chegou a 8,4 milhões de assinantes. O número, segundo a ABTA, foi conquistado com a ajuda da Copa do Mundo. No segundo semestre as eleições, e a chegada do horário político, podem influenciar no crescimento do setor.

O crescimento é bom, mas poderia ser muito melhor. No ano passado fiz um post sobre o assunto, e mostrei que em números absolutos  a  TV paga no Brasil é maior que os outros países da América do Sul, mas em termos de penetração de mercado, os outros países estão muito mais avançados do que nós. Só a Colômbia, que tem uma população igual ao estado de São Paulo, teve em 2007 impressionantes 75% de penetração nos domicílios com TV.

Escrevi também  que a TV paga não aproveitava o crescimento da classe C. Isso mudou, agora os canais (a maioria deles) disponibilizam apenas conteúdo dublado, o que aumentou a audiência deles. A TNT foi um das primeiras a aderir à onda, e é líder em audiência na TV paga há vários anos segundo o jornal MTV na RUA.

Mas mesmo assim, ainda tem muito a crescer. Só não é maior, e cresce mais rápido por causa de três fatores: impostos, renda da população e monopólio. O setor, por ser um serviço, paga muito imposto. A população de baixa renda vem ganhando importância na economia, mas apesar de crescer ainda é muito caro esse serviço para eles. As operadoras preferem investir em tecnologia (alta definição), e não investir no quesito preço. No que se refere à monopólio, 73% do mercado (isso no ano passado) pertencem à Sky e Net, que são empresas das Organizações Globo.

Um aumento na base de assinantes seria benéfico para todos os envolvidos: consumidores – que teriam uma mensalidade menor e teriam uma programação com mais canais e com mais qualidade -, as operadoras -que terão mais clientes-, e para os canais – que terão mais audiência, e assim teriam condições de aumentar o faturamento com publicidade.

Anúncios

Sobre grcastanho

Fiz este blog para expor minhas idéias sobre os mais variados temas, mas principalmente Marketing, Política, Economia e Artes em geral.
Esse post foi publicado em GuiC e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s