O Retorno Sombrio da Censura No Brasil

Via Estadão.com.br:

O desembargador Dácio Vieira, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), proibiu o jornal o Estado de S. Paulo e o portal Estadão de publicar reportagens que contenham informações da Operação Faktor, mais conhecida como Boi Barrica. O recurso judicial, que pôs o Estado sob censura, foi feito pelo empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Reprodução do site Estadão.com.br

Reprodução do site Estadão.com.br

A liminar proibiu as rádios do grupo Estado de publicar fatos da Operação Faktor/ Boi Barrica, bem como quaisquer veículos de comunicação do país de utilizarem ou citarem material publicado pelo periódico.

Segundo o site do jornal Estado (www.estadao.com.br) o desembargador é intimo de Sarney e Agaciel Maia – ex diretor do Senado. Entidades da imprensa e a OAB criticaram a medida. Segundo o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cézar Britto, “a censura prévia foi revogada expressamente na Constituição do Brasil, como forma eficaz de impedir a volta do autoritarismo. Não se pode calar a imprensa. Isto bem reconheceu o Supremo Tribunal Federal quando revogou a Lei de Imprensa. A liberdade de expressão dos meios de comunicação é uma obrigação que não pode ser frustrada por decisão judicial”.

José Sarney foi o primeiro presidente depois do período militar (foi vice de Tancredo Neves na eleição indireta de 1984), e hoje briga contra a imprensa. A justiça no Brasil nos últimos anos vem causando espanto em algumas decisões como o caso de Daniela Cicarelli e o YouTube (embora o site não seja um órgão de imprensa). Se continuar desse jeito, o Brasil pode virar uma Venezuela da vida onde em um só dia 34 emissoras tiveram suspensas suas concessões pelas autoridades do país. Mas o que pode soar como uma vitória, não é nada mais do que o desespero de Sarney e seu clã com a enxurrada de denuncias que vem sofrendo desde o começo do ano, se acirrando em junho. A opinião pública já esta cansada desses escândalos e querem solução imediata para a crise, e que, principalmente, se puna os culpados. A censura do Estado não resolverá a crise.

Mais sobre o caso aqui, aqui e aqui.

presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cézar Britto
Anúncios

Sobre grcastanho

Fiz este blog para expor minhas idéias sobre os mais variados temas, mas principalmente Marketing, Política, Economia e Artes em geral.
Esse post foi publicado em GuiC e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para O Retorno Sombrio da Censura No Brasil

  1. Pingback: 400 Dias Sob Censura « GuiC

  2. Arsênio Lamb disse:

    Por aí se vê que os situacionistas não são nada desses balaios todos, como querem propagar. Ora, ora vejam. O que seria de Lula e do PT se não fossem suas mistificações deslavadas, querendo jogar suas fezes na oposição como se fossem dela. Ora, tenham dó e piedade de meu pobre saco. Já se viu; o que seria desse PTbosta se não fosse Sarney, o Grão-Mestre da putaria, carregando atrás de si o caminhão repleto do PMDB, o tal partido que não quer o múnus da presidência, porém fica feliz e contente em ser o maior do País, e sempre coçando o saco dos que estão no poder. Como sempre, não se deixa evidenciar as mazelas e investigar em comissões. Querem enganar quem? digam, quem? Só os patetas, os delirantes, os tremebundos das verdades. Encerro por aí, porque dá nojo, é intragável.
    Arsenio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s