Doritos e os Gays

A nova campanha da PespiCo feita para o salgadinho vem causando polêmica.

Um dos dois filmes da campanha,  mostra um grupo de quatro amigos em um carro ouvindo a canção “YMCA”, do grupo Village People (sucesso na comunidade gay, segundo a ABGLT), quando um deles começa a dançar a coreografia da música. Ao final do vídeo, um pacote de Doritos tampa o rosto do jovem e uma voz de fundo diz: “Quer dividir alguma coisa com os amigos? Divida Doritos”. No outro, um homem aspira gás Hélio, e canta a música “Like a Virgin” da Madonna, que tem muitos fãs homosexuais, e termina com a mesma assinatura.

doritos

Segundo o presidente da ABGLT (Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais), “a propaganda diz que a gente tem que se guardar. É ofensivo e mostra que a gente tem que se assumir cada vez mais. Não ficar enrustido para não prejudicar os amigos”.

A PespiCo respondeu emitindo um comunicado:

COMUNICADO

Campanha Doritos

Um dos pilares defendidos pela PepsiCo é a diversidade e inclusão. Nunca aceitaríamos o risco de veicular qualquer mensagem discriminatória, muito menos ofensiva a qualquer público, e desrespeitar os homossexuais seria inaceitável tanto para a Pepsico quanto para sua agência de propaganda.

Neste sentido, a nova campanha de Doritos, lançada no dia 08 de Março deste ano, tem como conceito demonstrar como é gostoso consumir Doritos entre amigos. A linha de criação foi baseada em dados de pesquisa que mostram que o consumo da categoria de salgadinhos ocorre principalmente quando a pessoa está sozinha, indicando uma grande oportunidade de explorar o consumo compartilhado. Para se apropriar deste momento de consumo coletivo, foi desenvolvido um plano de comunicação completo colocando Doritos como uma boa alternativa para dividir com os amigos. Utilizando a assinatura “Quer dividir alguma coisa com os amigos? Divide um Doritos.”, foram criados filmes, sites e materiais para ponto de venda que materializam esta assinatura através de uma divertida campanha que lembra, de forma descontraída, que todos nós já pagamos algum mico entre amigos, como uma dancinha ultrapassada ou uma imitação embaraçosa. Os filmes YMCA e Hélio mostram justamente isso, como todos já passamos por situações em que achávamos que estávamos sendo engraçados, mas na verdade estávamos pagando um grande mico. A brincadeira continua no site http://www.doritos.com.br, onde é possível colocar fotos que comprovem momentos engraçados e esquisitos da história de vida de cada um.

Todos os materiais e filmes desenvolvidos para esta campanha foram aprovados pelo público, em pesquisa, antes do início da veiculação, justamente por trazer à tona lembranças engraçadas que compartilharam com os amigos – o próprio Orkut conta com comunidades como “Eu Já cantei no karaokê”, “Eu já fiz dancinha do YMCA”, entre outras, comprovando como é mesmo engraçado. Os filmes estão agradando muitos consumidores, que têm se manifestado sobre a graça da situação. Da mesma forma, o site da campanha está com um grande número de participações e muitas fotos de pessoas que entraram no espírito da brincadeira e quiseram dividir e se divertir com os micos postados no site.

Especificamente no caso do YMCA, a dancinha é tratada, de forma irreverente, como algo fora de moda e não faz nenhuma menção ao homossexualismo. É uma coreografia antiga, engraçada e ultrapassada. Daí o olhar de estranhamento dos amigos para o mico do menino ao fazer a dancinha no carro.

Respeito, compartilhamento e inclusão foram e sempre serão valores indispensáveis para a Pepsico.

Toda essa história me lembra uma propaganda da Peugeot que ironizava as sogras que foi até tirada do ar pelo CONAR.

Mas do que vender um produto, a propaganda também serve para divertir. O que vemos nos exemplos de Doritos e Peugeot, é uma histeria coletiva por nada. Não ataca em nada a “moral e os bons costumes”. Isso tudo, talvez, seja culpa do “politicamente correto”. Mas existe coisa muito mais forte na programação das TVs, como por exemplo, Zorra Total. No entanto, o programa esta a 10 anos no ar, e ninguém nunca fez nada.

Anúncios

Sobre grcastanho

Fiz este blog para expor minhas idéias sobre os mais variados temas, mas principalmente Marketing, Política, Economia e Artes em geral.
Esse post foi publicado em GuiC e marcado , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Doritos e os Gays

  1. Marcia disse:

    Infelizmente adotar o “politicamente correto” faz parte de nossa cultura, portanto, sempre veremos críticas, gritaria de alguma minoria que se sente ameaçada. Precisamos ficar atentos para que a criatividade não seja amarrada à essas novas regras e nossa comunicação que já nos brindou com grandes comerciais não fique tão burocrática.

  2. Pingback: Doritos e os Gays – Parte II « GuiC

  3. Pingback: Havaianas e Sexo « GuiC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s